A ansiedade acaba comigo

Em alguns momentos me sinto super tranquila, minutos depois alguma coisa desencadeia uma ansiedade enorme em mim e já não sei mais pensar com tranquilidade. Até chegar a um ponto em quem paro e penso “Chega! Você precisa raciocinar.”, mas aí algo desencadeia a ansiedade e … é um looping sem fim.

Isso me incomoda pra caramba e sei que as pessoas que convivem comigo também têm essa dificuldade; às vezes até pelos motivos das minhas inquietações.

Parece que vivo em outro mundo. É muito louco.

Sinto que parte da culpa é do meu trabalho e é muito difícil controla-la, pois não depende de mim.

Leia também: Apenas confie

O que tem me ajudado muito nestes momentos é conversar com o meu marido. Acho que ele nem tem noção de quão importante vem sendo na minha vida. Ele me aproxima mais de Deus.

Eu iniciei esse texto há 4 dias e estou finalizando hoje, pois ao ler o rascunho percebi que tive uma nova “crise” ontem. Eu nem sei explicar, é algo que me paralisa de certa forma pois eu me encho de sonhos e planos, mas não tenho forças para agir. Não consigo seguir adiante com os planos, paro na metade, fico super desmotivada. E parece bem inofensivo, pois olhando de fora parece uma simples preguiça ou falta de vontade.

Neste momento tenho escutado diversos louvores e tentado me conectar mais com o Espírito Santo de Deus. Parece loucura para os que não creem, mas me ajuda demais. Consigo sentir a paz que venho procurando incansavelmente.

É até complicado me expressar sobre isso quando sei que frequento a igreja há um tempo, que sou a igreja… mas sou humana e o Senhor vem me aprimorando dia a dia. O que tiro de lição é que sou cada vez mais dependente Dele.

Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus.
A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando poderei entrar para apresentar-me a Deus?
Minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, pois me perguntam o tempo todo: “Onde está o seu Deus? ”
Quando me lembro destas coisas choro angustiado. Pois eu costumava ir com a multidão, conduzindo a procissão à casa de Deus, com cantos de alegria e de ação de graças entre a multidão que festejava.
Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus.
Conceda-me o Senhor o seu fiel amor de dia; de noite esteja comigo a sua canção. É a minha oração ao Deus que me dá vida.
Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus.

Salmos 42

*Ontem o Bruno sugeriu que eu traduzisse meus textos para o inglês para praticar, eu achei uma ideia bem legal. Então segue a versão em inglês e com possíveis erros de gramática rs


The anxiety breaks me down.

Sometimes I feel really good, so few minutes later it triggers a huge anxiety in me and I just don’t know how to think quietly. Until this come to a moment so complicated that I stop and think “It’s enough! You need think rationally.”, but it triggers a huge anxiety and… it’s a endless looping.

It bothers me so much and I know that people who spend time with me have some difficult to deal with it too; even for the reasons why I feel restless.

It looks like I live in another world. It’s very crazy.

I feel that part of the fault it’s of my work and it’s so difficult to control it because it’s not up to me.

Talking to my husband has helped me so much in these moments. I think he doesn’t know how important he has been in my life. He approximates me to God.

I’ve started this text about 4 days ago and I’m ending this today because I realize while I was reading my draft that I had another “crise” yesterday too. I don’t even know how to explain it, it paralyzes me somehow, because I have a lot of dreams and plans but I can’t move to come them true. And it looks so inoffensive, because looking outside it looks like laziness or unwillingness.

Right now, I’m listening gospel musics and I’m trying connect myself with God’s Holy Spirit. It’s looks like madness to people who don’t believe it, but thinking about this helps me a lot.  I can feel the peace that I’ve looked for relentlessly.

It’s so complicated express myself about it because I go to church a while ago, I’m the church… but I’m human and Lord’s been making me better day by day. I depend on Him more and more and I took it as a lesson.

Psalm 42

Ah, meus (quase) 25!

Há aproximadamente um ano, fui à uma consulta com uma dermatologista que me alertou sobre a necessidade de usar cremes anti-idade quando os 25 anos chegassem, mas admito que não me preocupei tanto.

No dia do meu casamento (Me casei!), a maquiadora comentou sobre as linhas de expressão perto dos meus olhos. Não sou vaidosa, mas desde então fiquei preocupada pois os 25 estão próximos (amanhã \o/). Poxa, agora além de passar pela crise dos 25 anos (que nem sei se existe), de ser novata na vida de casada, ainda tenho que me preocupar com rugas? Acho que isso é demais! Seria realmente necessário??

By the way, já estou pensando em fazer uma visitinha à dermatologista.

Me casei!

Este mês de junho está sendo ainda mais especial que os anteriores!

Completarei meus 25 anos no dia 28 (1/4 da vida, assim espero)  e, no dia 23, eu me casei 🙌🏽

A grana está bem curta, mas eu queria muito entrar de noivinha. Então optamos por fazer uma recepção bolo e refrigerante e convidados apenas algumas pessoas. A decisão foi tomada apenas depois de termos marcado a data no cartório, então tínhamos menos de um mês. Mas não foi uma decisão precipitada, na verdade estávamos tentando marcar a data desde setembro de 2017… uma confusão na minha certidão prolongou um pouco mais a espera.

As roupas compramos no Brás, inclusive o meu vestido, mas quando cheguei em casa fiquei um tanto arrependida. O vestido era curto (o que eu tinha decidido antes de ir lá comprar), mas não estava mais confortável com a ideia de entrar na igreja assim.

O prazo estava apertado, mas o Bruno me deu a ideia de falar com a costureira que costuma fazer as roupas para os Congressos na nossa igreja. Eu já estava apreensiva, mas fiz o que ele sugeriu. Entrei em contato e ela disse que conseguiria fazer um vestido a tempo e com um precinho acessível. Então fechei negócio e decidi usar o vestido curto no cartório (que seria no mesmo dia pela manhã).

A decoração nós compramos na 25 de março (fomos lá várias vezes) e no dia anterior decoramos a igreja com a ajuda de duas pessoas queridas da igreja.

A cerimônia foi bem simples, porém muito especial. Eu entrei com a minha mãe, foi tudo muito emocionante. Eu tive que me segurar para não chorar!

IMG_3459IMG_3484IMG_3500

IMG_3504

Não sei que conversa interessante estava rolando por aqui kkk

IMG_3507IMG_3517IMG_3526IMG_3538segurança

unnamed

Nós não contratamos um fotógrafo por questões financeiras mesmo, então solicitei a um primo que fotografasse com a minha câmera semi-profissional. Lógico que ocorreram imprevistos (a bateria descarregou e ele teve que usar o celular para tirar algumas fotos rs).

Nem todos os convidados foram, mas foi uma tarde muito gostosa.

Ah, ao final da cerimônia soube que entraram na igreja e roubaram os refrigerantes que compramos (!), mas alguns irmãos da igreja juntaram-se e nos ajudaram comprando outros. São pessoas muito especiais que Deus colocou em nossas vidas!

 

Por uma versão melhor de mim

Quando reflito sobre minha autoestima sempre me pego relembrando como me vi ao longo do tempo. Não era de forma muito amigável, teve fase em que estive brigada com o espelho.

Há um tempo venho trabalhando a minha mente para conseguir destacar as minhas qualidades e este novo ano me trouxe a vontade de cuidar um pouco mais de mim. Me vestir melhor, me maquiar, cuidar do cabelo, alimentação, enfim… às vezes pode parecer futilidade, mas acredito muito que quando conseguir fazer as pazes comigo mesma serei mais confiante em vários aspectos da minha vida e talvez seja cuidando mais de mim que eu encontre o equilíbrio.

E está é a palavra do ano: equilíbrio. Preciso focar nisso so much!

Bom, tenho trabalhado aos poucos nisso e espero que logo comece a colher bons resultados 🙂

Be grateful

Uma coisa muito chata em mim é que reclamo demais. Tento mudar isso, mas às vezes tenho umas recaídas rs

Nos últimos dias tive uns empecilhos em uns projetos e acabei reclamando de tudo, me estressando com todos… essa reclamação toda abafou as coisas boas que aconteceram ou vêm acontecendo. Portanto, tenho me esforçado para agradecer mais.

E hoje quero agradecer à Deus pela minha família, pelo meu namorado. Enfim, pelas pessoas que me querem bem ❤

Essa é uma nova tarefa que pretendo executar regularmente. E você, o que tem a agradecer?

 

Decidi cuidar de mim <3

O dia amanheceu nublado. Na maioria das vezes fico melancólica, pois é como se o mundo estivesse triste, mais contido, mas em outras vezes eu gosto e aprecio a oportunidade de me interiorizar. E hoje está sendo um dia desses, onde quero olhar pra dentro de mim.

Com a correria do dia a dia, por vezes deixo de cuidar de mim mesma (física, intelectual, mental e espiritualmente). Não é como se não tivesse tempo, pois sempre arrumo um tempinho para mexer nas redes sociais ou assistir alguma série.

Nestes últimos dias venho tendo o pensamento de hoje. Quero olhar pra dentro e cuidar das feridas. Quero saber do que realmente gosto e do que não gosto.

Portanto pretendo dar início a essa listinha:

  • Ficar menos tempo “a lazer” na internet
  • Apreciar mais a natureza
  • Apreciar mais as boas companhias
  • Descobrir novos hobbies
  • Cuidar da minha mente, corpo e alma
  • Aprender a dizer mais “nãos”

Por enquanto é isso, quero fazer tudo no meu ritmo, sem pressão.

Ano passado eu me propus a fazer muitas coisas quando a mente já estava cansada. Acabei falhando muito e não concluindo algumas tarefas. Ainda estou tentando colocar alguns planos em prática, mas sinto que devo, inicialmente, colocar a mente em ordem.

Transformar os meus pensamentos em escrita tem ajudado muito a organizar os meus pensamentos 🙂

Bora lá, um dia de cada vez.

Novos ares, novos planos

A virada de ano traz uma necessidade de nos avaliarmos. Sinceramente eu tenho um pouco de dificuldade de me avaliar e refletir sobre meus sentimentos, mas tenho sentido a forte necessidade de pensar mais em mim neste novo ano, no que me faz bem e não quero que este sentimento seja negligenciado.
Analisei que escrever me faz muito bem, portanto decidi escrever novamente no blog.
Também pensei que é necessário cuidar mais da minha aparência. Nos últimos meses tive pouco tempo para mim e quando tinha não me sentia motivada. Nunca fui muito vaidosa, mas ultimamente tenho me sentido incomodada demais e irei prestar mais atenção em mim.
Nesse embalo entrou o cuidado com a alimentação. Eu fui vegetariana durante 3 anos e meio, voltei a comer carne em junho do ano passado. Eu estava me sentindo um tanto fraca, pois eu não supria todos os nutrientes que meu corpo necessitava.
Mas mesmo depois de voltar a comer carne e ganhar 2 kg em uma semana, ainda sinto que peco muito ao exagerar no sal e no açúcar, então estou reavaliando toda a minha alimentação e frequentando à academia.
Meu cabelo, coitado, está recebendo apenas pequenos cuidados para continuar no lugar. Tenho planejado começar a fazer low poo e, talvez, começar o cronograma capilar.
A palavra deste ano pra mim é equilíbrio, portanto não quero extrapolar em nada disso.
Então tenho muito trabalho pela frente nesta minha nova fase. Que Deus me ajude!